Teologia Brasileira 54 – 2016

0
81

Nesta edição da revista Teologia Brasileira, publicamos uma entrevista com Joel Beeke e Mark Jones sobre a obra “Teologia Puritana: Doutrina para a Vida”, que acaba de ser lançada pela editora Vida Nova. Beeke e Jones destacam a importância dos puritanos e a relevância de seus pensamentos para os dias de hoje.

Sensível à realidade do ministério pastoral de nossos dias, Emilio Garofalo Neto escreve o artigo “Tirar férias é bom para o pastor: O local do descanso no ministério pastoral”. Emilio destaca a importância do descanso na vida do ministro a fim de se evitar exaustão e fadigas demasiadas. Como diz o autor, “ser fiel não significa ficar morto de cansado”.

Idauro de Oliveira Campos Júnior, por sua vez, apresenta o artigo “Os congregacionais: origem, inserção e contribuições”. Idauro faz uma apresentação histórica dos congregacionais, desde a sua origem na Inglaterra no século XVI, seu deslocamento para as colônias americanas no século XVII e a inserção no Brasil no século XIX, assim como dos legados construídos nessas nações.

Por fim, Thiago Rafael Vieira faz uma análise jurídica acerca da imunidade tributária sobre templos e cultos religiosos no texto “Imunidade tributária: fundamento metafísico da liberdade religiosa no Brasil”. Para o autor, tal imunidade constitui uma forma de se garantir a laicidade brasileira, permitindo, assim, a plenitude da Liberdade Religiosa na sociedade brasileira.

O vídeo desta edição é uma palestra de Franklin Ferreira sobre a Reforma Protestante. Com a aproximação do quingentésimo aniversário da Reforma,  que teve início na Alemanha em 1517 com Martinho Lutero, o pastor Franklin Ferreira apresenta uma análise histórica e prática sobre tal movimento suscitando a seguinte questão: “O que podemos aprender com a Reforma Protestante?”.

Boa leitura!

Os editores.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here