Teologia Brasileira 32 – 2014

0
37

Nesta edição da revista Teologia Brasileira, Franklin Ferreira trata em seu ensaio sobre a relação entre a Igreja e o Estado, oferecendo uma interpretação da mesma a partir da tradição reformada. Seu alvo é mostrar que esta posição defende um entendimento não hierárquico da sociedade civil, a partir da afirmação da “soberania de Deus sobre as esferas da criação”, o indivíduo, a família, a igreja e o Estado, “nas quais diferentes instituições estão debaixo do reinado de Deus”.

Juan de Paula também retorna a esta revista com uma resenha do livro dos pastores ingleses Steve Timmis e Tim Chester, que escreveram Igreja Diária: Comunidades do Evangelho em missão, publicada em português pela editora Tempo de Colheita (2013), continuação de Igreja Total: repensando radicalmente nossa apresentação do evangelho na comunidade, também publicada pela Tempo de Colheita (2010).

Gerson Francisco de Arruda Júnior, professor de filosofia na Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e na Faculdade de Teologia Integrada (FATIN), estreia na revista com um ensaio sobre o tema “Além da matéria: Alguns contrapontos cristãos ao naturalismo”, analisando a partir da fé cristã esta “cosmovisão que assume a natureza como o princípio único de tudo aquilo que é real”, defendendo “que não há nada além da natureza e de suas leis intrínsecas, ou seja, nada existe ou tem sua causa fora da ordem material e natural”.

Por fim, o pastor presbiteriano (emérito) Thiago Rodrigues Rocha, dá sequência à sua exposição das assim conhecidas “doutrinas da graça”, com um sermão sobre o ensino bíblico referente à “eleição incondicional”, usando por base a passagem bíblica de Romanos 9.6-16.

O vídeo dessa edição é produzido pelo site Ranking dos Políticos. Vale a pena pesquisar neste site, que se propõe a comparar “políticos de todo o Brasil”. Como os fundadores do site afirmam, “classificamos os legisladores do pior para o menos pior. Sabemos que existe uma enorme quantidade de corruptos e incompetentes na política brasileira. No entanto, se votarmos em massa nos menos piores, estaremos incentivando uma melhoria no panorama político do Brasil. Nossa meta é oferecer informação para ajudar de forma objetiva as pessoas a votarem melhor. Somos um site particular criado por dois professores e administradores de empresa. Não somos filiados a nenhum partido político ou grupo de interesse”. Que nossos leitores encontrem boas informações neste site, para votarem com sabedoria. E que nos lembremos de orar por nosso país e por aqueles que serão eleitos.
“Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens, em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranquila e mansa, com toda piedade e respeito. Isto é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador, o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade” (1Tm 2.1-4).
Boa leitura!

Os editores,

FAÇA UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here