Em Busca de Deus: as anotações no diário de John Piper em 1987

0
1156

Quem poderia saber quais eram as intenções graciosas de Deus quando o primeiro exemplar do livro Em Busca de Deus: a plenitude da alegria cristã (Desiring God) saiu da gráfica? Olhando para trás, temos apenas louvor e agradecimento a Deus por como ele usou o livro para encorajar e equipar a igreja.

E, conforme olhamos para o futuro, é nossa oração cheia de fé que Deus se glorifique através das verdades deste livro, abrindo os olhos de milhões de pessoas ao redor do mundo para buscar Jesus Cristo como seu tesouro e alegria.

Abaixo temos um trecho do diário de John Piper, de quando a primeira cópia do livro chegou.

_____________________________________________________________________

27 de janeiro de 1987:

Ontem, quando entrei no escritório, havia um pacote na minha caixa. Era o primeiro exemplar do livro Em Busca de Deus.

Fechei a porta do escritório enquanto abria o pacote e caí de joelhos em frente à minha cadeira com o livro em minhas mãos. Eu tremia e as lágrimas surgiram em meus olhos. Eu apresentei o livro diante de Deus e pedi que me protegesse contra as tentações do pecado que o livro traria. Disse a Deus que eu preferia morrer e estar com ele ao invés de me tornar orgulhoso, me autoexaltar e ser inútil para ele. Pedi a ele que o livro fosse usado poderosamente para a glória de seu nome, o bem de seu povo, o alcance de povos não alcançados e a vindicação de sua causa na Terra!

Pedi que os obstáculos para a compreensão e aceitação do livro fossem removidos e que um entendimento e recepção maravilhosos fossem preparados na terra.

Foram 10 minutos comoventes à medida que eu percebia a realidade de sua presença.

Lágrimas vieram quando li a sinopse de J. I. Packer:

“O realismo bíblico saudável deste estudo sobre encorajamento cristão vem como um sopro de ar fresco. Jonathan Edwards, cujo fantasma caminha pela maioria das páginas de Piper, se deleitaria com seu discípulo.”

Essa declaração foi melhor do que eu achava que ele estava disposto a dizer. O toque pessoal, dizendo que Jonathan Edwards se deleitaria comigo, foi o que me emocionou profundamente. Eu amo Jonathan Edwards e o tenho em tão alta consideração, que pensar em sua alma grandiosa se deleitando em meu trabalho para fazer com que sua doutrina viva novamente, toca nas raízes de alegria que estão nos alicerces…

Que o próprio Senhor se agrade com as meditações de minha mente nessas páginas. Que ele permita que o livro tenha um pequeno papel em causar o movimento da era final em nossos dias.

Traduzido por Jonathan Silveira.

Texto original: John Piper’s Journal Entry on January 27, 1987. Desiring God.

Este livro é um manual moderno de espiritualidade. O autor argumenta que servir a Deus por obrigação não satisfaz o coração de Deus, e que buscar a alegria em Deus é a maior motivação do cristão. Porque quanto mais satisfeitos estivermos em Deus, mais Deus será glorificado em nós. É um livro revolucionário, uma verdadeira mudança de paradigmas. Trata de temas como prazer cristão, casamento, missões, amor, conversão, soberania de Deus e outros do nosso cotidiano.

Publicado por Shedd Publicações.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here