Um modo de vida pautado pela oração

0
85

Orai sem cessar” (1Ts 5.17).

O Dr. Martyn Lloyd-Jones disse algo precioso sobre a oração: 

“A oração é sem sombra de dúvida a mais elevada atividade da alma humana. O homem se encontra no seu melhor e mais elevado estado quando, de joelhos, fica face a face com Deus”1.

   A essência da oração está em simplesmente falarmos com Deus como faríamos com um amigo querido. E isso sem qualquer fingimento ou medo. No entanto, o maior problema dos cristãos hoje está no fato de orarem pouco. Falam pouco com o dono da vida e da respiração. Isso acontece porque, para a vida de muitos, a oração foi substituída pela ação pragmática. A função colocou de lado a comunhão com Deus. As nossas atividades diárias têm congestionado a comunhão intensa com Deus.

No texto precioso de 1Ts 5.17, Paulo nos convida a ter o nosso coração focado em Deus de modo que a nossa comunhão com ele seja uma atividade transformada no modo de vida natural. Paulo mostra que não há uma ocasião definida em termos de oração. A ideia de orar sem cessar é de estarmos profundamente conectados na comunhão com a Trindade.

A oração se torna uma força poderosa vinda de Deus e não de nós mesmos como produto imediato de largas horas passadas com Deus.

É interessante que Paulo destaca três questões fundamentais para a saúde espiritual: alegria sempre (versículo 16), oração sem cessar (versículo 17) e gratidão (versículo 18). Nossa alegria passa pela oração, e a nossa gratidão também é fruto de um coração que ora.

Quando olhamos para os homens de Deus, percebemos a agenda de vida deles na oração. Paulo orava dia e noite. Daniel, no meio de importantes ocupações, orava três vezes ao dia. As orações de Davi de manhã, ao meio-dia e à noite eram prolongadas em muitas ocasiões. E olhando para a vida de Wesley, sabemos que ele passava pelo menos duas horas diárias em oração.

Vejam que a ideia de Paulo para nós é que a oração é a respiração do nosso coração espiritual. A oração é a resposta para todas as demandas da nossa vida. Ela é o momento em que buscamos a direção e o querer de Deus para o nosso viver.

Que o Pai nos dê a graça de fazermos da oração um modo de vida para que sobrevivamos no meio das trevas deste mundo sem comunhão com Deus!

 

______________________________

Nota:

1MACARTHUR, John. A sós com Deus — o poder e a paixão pela oração. Brasília, Palavra, 2009, p. 7

1 COMENTÁRIO

FAÇA UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here