Não tenhamos medo!

0
186

“Ninguém poderá te resistir todos os dias da tua vida. Como estive com Moisés, assim estarei contigo; não te deixarei, nem te desampararei. Esforça-te e sê corajoso, porque farás este povo herdar a terra que jurei dar a seus pais.” (Js 1.5,6).

A cada dia temos novas razões para sentir medo. Quando olhamos para os noticiários ficamos sabendo sobre demissões em massa, crise na economia, intolerância no Oriente Médio, aumento do aquecimento global, doenças incontroláveis, violência urbana, fome, miséria e etc. O medo nos aprisionou em uma cela e jogou a chave fora. Essa é a grande verdade que nos assalta hoje.

Provavelmente o jovem Josué dever ter morrido de medo e pavor quando lhe veio a missão de dar continuidade ao trabalho de mentor do povo de Israel. O medo deve ter sido porque, simplesmente, o mentor do povo era o maior líder que a nação tinha na época, Moisés. Ele teria de ser o sucessor deste profeta de Deus.

Quando abrimos o livro de Josué, vemos a conquista de Canaã e a divisão da terra entre as tribos de Israel. Visto que esse livro é a continuação de Deuteronômio, Deus se encarrega de animar Josué, da mesma maneira como agiu com Moisés. Ele diz ao jovem: Como disse a Moisés, eu já vos dei todo lugar que pisardes com a sola do pé (Js 1.3). E o texto continua nos mostrando as dicas de detalhes e verdades para o coração de Josué não ter medo!
Deus lhe diz que ninguém poderá resisti-lo todos os dias da vida. Ele será com ele da mesma forma que foi com Moisés, assim seria com ele. As palavras de encorajamento foram:

Não te deixarei;
Nem te desampararei;
Esforça-te, e sê corajoso;
Porque farás este povo herdar a terra que jurei dar a seus pais.

Diante de uma promessa como essa, não há o que desconfiar das incertezas e medos que venham sobre o coração. Aqui tudo depende dessa palavra que tem o seu segredo: a promessa da presença e fortaleza de Deus na vida.

São essas promessas que produzem as transformações para o nosso crescimento espiritual e nos proporcionam experiências para melhorarmos nas emoções mais equilibradas, sabendo que não estamos sós. Sabendo que Deus nunca nos deixa, nunca nos desampara, podemos ter certeza de que ele nos ajuda nos dando seu ânimo. Imagino o motivo pelo qual a fama de Josué corria toda a terra (6.27). Deus era com ele em todo tempo, ele poderia até ter algum medo, mas este logo se dissipava porque o Deus de Moisés lhe dava forças e ânimo na vida. Não precisamos ter medo de aceitar os desafios e nem ter medo de viver!

Creio que o ímã para o medo que toma o nosso coração e a extração da insegurança e da dúvida que nos persegue estão nestas palavras ditas ao coração de Josué, e que são para nós também: …não te deixarei, nem te desampararei. Esforça-te e sê corajoso.

Você consegue imaginar a vida sem medo? O medo sempre vai bater à nossa porta. E sabe como você pode não convidá-lo para o seu jantar?

Preenchendo o coração do poder do amor de Deus na sua vida e mantendo a fé viva na promessa do Deus de Moisés e Josué que garantiu que seria com a vida deles como é com a nossa hoje.

Não precisamos temer o amanhã porque temos o Deus da aliança que diz para nós hoje:

“Ninguém poderá te resistir todos os dias da tua vida. Como estive com Moisés, assim estarei contigo; não te deixarei, nem te desampararei. Esforça-te e sê corajoso, porque farás este povo herdar a terra que jurei dar a seus pais.” (Js 1.5,6).
Que o Deus de toda graça nos ajude!  

1 COMENTÁRIO

  1. Algumas consequências do medo:
    1. O medo nos torna idólatras – quando tememos algo atribuímos-lhe um poder maior do que o de Deus. Em outras palavras, esse algo ‚ mais poderoso do que Deus, o que ‚ um absurdo.
    2. O medo nos torna incr‚dulos – desviamos o olhar de Deus para o objeto do medo. Cremos que esse objeto merece maior atenção do que Deus.
    3. O medo nos torna mentirosos – diante dos dois ítens anteriores, concluímos que o objeto do medo não ‚ e não pode ser mais poderoso e mais admirado do que Deus. Se temos medo, então ele se baseia numa mentira.
    Conclusão:
    O medo gera a idolatria, incredulidade e mentira. Deus ‚ Senhor, fiel e verdadeiro.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here