“Milagres no Coração”, de Tiago Cavaco, chega ao Brasil

0
72

Já está disponível a tão aguardada obra “Milagres no Coração”, do pastor português Tiago Cavaco.

Escrito com a elegância e pungência que já são peculiares ao pastor rocker, “Milagres no Coração” é agora a quarta obra de Tiago Cavaco publicada por Edições Vida Nova. O livro é composto por uma série de sermões no Evangelho de Marcos que foram pregados entre os anos de 2011 e 2012 na Igreja Baptista de Benfica.

Tiago deixa claro qual é o objetivo do Evangelho de Marcos logo nas primeiras páginas:

“Se compararmos o Evangelho de Marcos com outras partes do Novo Testamento, vemos que ele não exibe a profundidade teológica de Paulo ou de João. Por outro lado, tem uma hiperatividade intensa que os outros Evangelhos nem tentam (Mateus está mais interessado em apelar diretamente aos judeus para reconhecerem Jesus enquanto Messias; Lucas oferece um Jesus mais acessível a todos a partir da cultura grega, e João mostra Jesus muito consciente da sua divindade numa linguagem mais filosófica). O que Marcos quer é a ação.” (Vida Nova, São Paulo, 2019, p. 28).

Nas palavras do cantor Nick Cave, lembra Cavaco, o Evangelho de Marcos é um “estrépito de ossos, cru, nervoso e parco de informações”.

E justamente por se tratar de um Evangelho mais hiperativo e direto ao ponto, Marcos é um ótimo ponto de partida àqueles que ainda não conhecem Jesus. Por isso, “Milagres no Coração” se torna um excelente recurso para evangelismo e discipulado – e, claro, aos que já são cristãos, esses serão grandemente enriquecidos com os insights e ensinamentos de Tiago Cavaco. Confira um dos sermões do livro intitulado “Autonegação e Cruz” no site Tuporém.

Tiago também fez acompanhar a esse livro de sermões um conjunto de canções que querem ser tão ossudas quanto o Evangelho de Marcos. Você pode ouvir ao álbum na íntegra no Spotify. Abaixo o clipe da música que carrega o nome do álbum e do livro:

Nesses textos, há algo que nos espanta: Jesus faz milagres a pessoas que, depois, não o ouvem. O fato de Cristo fazer bem a tanta gente não significa que tenha acontecido a essas pessoas o bem maior de seguirem a Cristo. Simplificando: é possível tirar coisas boas de Jesus sem que Jesus se torne a verdadeira coisa boa para nós. Se, de um lado, Jesus parece condescender com quem não está tão interessado nele, de outro, parece rejeitar os que estão mais disponíveis para o seguir. Quer para uns, quer para outros, Cristo é sempre uma novidade. A Bíblia é o livro mais lido de sempre e ao mesmo tempo continua sendo o que mais carece de leitura, até por aqueles que julgam conhecê-lo.

Por decisão do Autor, este livro mantém a grafia de Portugal anterior ao Acordo Ortográfico de 1990.

Publicado por Vida Nova.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here